terça-feira, 16 de agosto de 2011

Hello, os tempos mudaram!!!

A umas duas semanas atras escutei algo que me chocou, e pensei que não existisse mais...
Uma conhecida, que é parente do meu marido, disse que nunca levou o filho dela de 2 anos a um pediatra, que ele nunca precisou, nunca adoeceu...
Nem para aquelas consultas mensais obrigatorias...
Levei um susto, afinal, mesmo sendo uma pessoa do interior, sempre foi muito informada...
Mas sabe o que me chocou de verdade??? Ela falou isso com todo orgulho...
Eu não disse nada, afinal ela sabe, o que é certo ou errado...
Sempre levei Davi certinho ao pediatra, mas confesso que agora aos dois anos dei uma relaxada, continuo levando mas com uma frequencia menor...
E na hora que tem que fazer exame de urina??? que dificuldade rs... mas faço tudo certo...
Falando nisso Davi tem exames para fazer, e la vamos nos...

E vamos as novidades do pequeno: Vira e mexe ele solta uma palavrinha, que repete durante alguns minutos e depois não fala mais, mesmo mamãe repetindo um milhão de vezes... ai algum tempo depois ele volta a falar e não para mais...
Esses dias foi papel e carro...
E a programação de ir ao shopping final de semana foi por agua a baixo, sabado o pedreiro passou o dia aqui em casa fazendo umas reforminhas no quintal, e domingo eu so queria saber de cama, estava exausta, e queria aproveitar a casa, afinal a baba foi passar o final de semana na sua cidade...
Mas uma coisa que notei, e que o pequeno ficou muito sorridente neste fim de semana, bastava olhar pra ele e pronto, abria um sorrisão, muito engraçado e lindo...
Mas sinto Davi com medo a noite, ele chora e so para na hora que encosta a mão em mim ou no papai, acho que é medo de sairmos ja que estamos muito tempo longe, mas durante o dia o comportamento é normal...
E desde ontem estou ruim da gripe, espero que pelo menos meu pequeno não fique tambem, porque essa é uma gripe daquelas...

9 comentários:

  1. Amiga, o negocio é que tem gente que quer voltar no tempo, sabe?
    Minha mãe quase nunca nos levava ao médico qdo criança, e olha que ela é super informada, tem curso superior voltado pra área de saúde, mas acho que ela ficava meio que cansada em pensar em levar 4 crianças praticamente da mesma idade ao médico, né? Pense a loucura!
    Mas eu sempre levei o Lucas, acho que todo cuidado é pouco... se hoje podemos cuidar melhor dos nossos filhos, se existe plano de saúde acessível a todos, se a medicina está mais moderna e PREVENTIVA, claro que vou fazer o melhor! Não levo meu filho médico quando ele está doente, o levo para que não fique doente! Simples... Mas cada um com seu cada um, né?
    O Lucas tb tem tido sono agitado e medo noturno, acho que é fase... só dorme melhor porque divide a cama conosco, mas se tem que dormir no berço a noite é terrível...
    Daqui a pouco passa, você vai ver!!!
    Bjos...

    ResponderExcluir
  2. É Rafa
    Tem pessoas que acham que tudo era como antes... não evoluem. Mas cada um tem o direito de pensar e agir como quer né? A gente faz nossa parte e assim vai. Aqui sempre levei a Gaby ao pedi, até demorei para acertar uma, mas agora estamos firmes com uma que é ótima. Quanto a fala do seu filhote, os meninos tendem a demorar a falar mais que as meninas e as vezes ele pode ser mais reservado, tudo isso faz parte do desenvolvimento. E o medo a noite, é comum mesmo se ele não fica com vcs durante o dia, aproveita a noite para ficar. Aqui fazemos quarto compartilhado, e fizemos cama compartilhada durante muito tempo, desde o inicio do ano que estamos com ela no quarto dela, para ela ir se acostumando a dormir em sua cama. Mas não acho ruim não, tudo são fases e logo, logo passa e a gente só vai ter a saudade desse tempo. Beijos mil

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafa!!!

    E aí, como está?
    Tomara que esta gripe não dure muito neh?! Mães não podiam ficar doente, nem os filhos, é claro!

    E o Davi, exames entã? De rotina?
    Fiquei admirada tb com "sua" parente aí, afinal, todos sabemos que é importante levar nossos pequenos ao pedi, mesmo quando eles não têm nada, só pra saber se está tudo bem, vacinar...

    Por aqui, infelizmente, nunca conseguimos ficar muito longe do pedi no inverno, pois vira e mexe Luquinhas está com bronquite ou agora com essa tal de dermatite... então, o visitamos com frequencia!

    Vi o post abaixo sobre o Dia dos Pais! Que lindo está o Davi, todo grande!!! Parabe'ns ao papai e aos vovôs! achei muito legal vc ter colocado fotinhos deles!

    Obrigada pelo comentário lá no blog! Adorei!

    Beijos
    Ju

    ResponderExcluir
  4. Oi! Obrigada pelo carinho!! Assim que puder eu volto sim!! E vou seguir acompanhando vcs! Beijo!!

    ResponderExcluir
  5. Olha tbm acho o cumulo essas mães relapsas, desde não fazer o pre natal e não levar ao pediatra, as vezes a criança até tem alguma coisa e elas nem sabem, eu levo sempre e tenho o maior orgulho de falar isso, afinal eu sei que minha filha precisa de mim...

    bjocas em vc e no fofo do Davi

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus! E as vacinas, pelo menos, será que ela deu? Cada mãe doida!
    Que fase gostosa essa, dos dois anos. E qto ao medo, Gá passou por isso com essa idade. Ele tinha pavor de td, era demais. Hj não liga pra nada mais, brinca sozinho, dorme sozinho. Td passa, fica tranquila!
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. É, sei lá. Ir ao pediatra não precisa ser algo de mãe neurótica. Você decide se ele é bom ou não para o seu filho. Se acata ou não seus conselhos. Mas pelo menos você está ouvindo a opinião de um médico e se precavendo. Ainda por cima se o convênio cobre. Não entendo por quê não levar... No caso da minha irmã foi o pediatra quem viu que minha sobrinha havia enfaido um pedaço de espuma no ouvido. Se ela não tivesse levado ela não saberia até que a menina tivesse uma infecção...

    ResponderExcluir
  8. Rafa, que eu saiba depois dos dois anos as consultas são mais espaçadas mesmo. Meus sobrinhos de quase três anos vão bem pouco ao pediatra também.

    ResponderExcluir
  9. Rafa, é assim mesmo: no primeiro ano, tudo é mais controlado. Até os "mesários" (aniversários de meses) sao contados, um a um. A partir do 2o ano, a gente relaxa, já conhece mais o filho, ele já comeca a se comunicar e tudo fica mais simples. é normal diminuírem as idas ao pediatra, depois de um tempinho...

    Bjos e bencaos.
    Mirys
    www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

    ResponderExcluir

Davi e eu adoramos sua visita...