quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Dia de finados, uma pequena homenagem...

Dificilmente vocês verão nesse blog algo sobre morte, quando fico impressionada com alguma falo muito, mas escrever nunca.
Não gosto, por que??? não sei...
Essa pequena homenagem eu resolvi fazer porque essa pessoa era alguem bem especial, muito carinhosa, alegre, e sempre imaginei que Davi iria conhece-la e concerteza iria adorar...
Ela é prima do pai do Davi, e os elogios a ela não são porque ela morreu, pois sabemos que quando a pessoa morre " vira santa" e esse não é o caso...
Ela sempre foi muito presente na familia, começou a trabalhar cedo, e era uma mãe para os irmãos dela...
Ela sempre foi muito carinhosa...
Ela estava morando em uma cidade que daqui são três horas e meia de viagem, e todo mês ela vinha em um final de semana quando tinha pós graduação.
Faleceu em um acidente de carro no dia 11 de abril.
Foi um choque para todos, ela tinha passado o final de semana inteiro com a familia, sabe, parece que estava adivinhando, pois nesse final de semana ela desmarcou todos os compromissos com os amigos e disse que estava precisando de familia, as fotos que ela tira aqui sempre deixou para postar no orkut quando chegava em sua cidade, e dessa vez ela resolveu postar aqui na noite anterior do acontecido, e falou com sua mãe que mora nos EUA, com a irmã que mora em Goiania, e viu o irmão que mora aqui...
Nessa noite tinhamos ido visitar a vovó Cida ( sempre quando ela vinha, ela ficava na casa da minha sogra, que era madrinha dela) e pedimos uma pizza, comemos e logo depois ela chegou...
Lembro de cada detalhe dessa noite...
Ela era um pouco gordinha, e estava bem mais magra, eu e o Valdinez a elogiamos muito, perguntamos o que ela estava fazendo, e ela dizendo que estava controlando na alimentação, que de vez enquando dava uma fugidinha, comia um espetinho e depois vinha a culpa rs...
Ela tentou brincar com o Davi e ele escondia o rosto, e foi assim o tempo todo...
Perguntou do chaveiro do carro, conversamos muito sobre o irmão dela, e o pai do Davi estava muito cansado e queria ir embora, eu o segurei mais um pouco e ficamos conversando...
Me despedi, falei so um tchau, e ela falou para mim me despedir direito ( toda sorridente) me puxou deu um beijo no rosto e fomos para casa...
Ali foi a ultima vez que a vimos com vida, no outro dia cedo foi o acidente...
Foi um choque muito grande, pois era muito nova, estava batalhando, tinha se formado a algum tempo e estava fazendo a pós, sempre viajava para ca quando tinha alguma festa de familia, ela tinha 30 anos...
Esse final de semana não tinhamos passado com ela, mas o fato de termos visto ela a poucas horas do acidente, bem, feliz e lutando para ter uma vida melhor foi chocante...
A onze meses atras, tinha sido o enterro de um tio deles, que bebia muito, e tinha largado a bebida, mas estava bem debilitado, e não consegui resistir...
Eu a vi pisando no seu proprio tumulo, chorando a morte desse tio, sem nem disconfiarmos o que iria acontecer...
Ela foi enterrada ao lado dele, e três meses depois foi enterrado mais um tio que morreu assassinado...
Esses dois anos não foram os melhores...
Mas o fato é que isso me acordou para vida, me fez ver que a vida é curta, que devemos aproveita-la ao maximo, claro com muita responsabilidade, e que devemos fazer tudo hoje, devemos dar valor a quem esta ao nosso lado, filhos, pais, familia, amigos...
Ela se foi com o desejo de ser mãe, havia se divorciado a pouco tempo, mas esse desejo dava para ver nos olhos dela...
Minha familia por parte de mãe mora a 40 minutos da cidade dela, e sempre que ia la, virava para o Val e falava que um dia poderiamos ir visita-la, mas naquele momento o marido dela ainda estava arrumando as coisas para sair, e ficamos com medo de incomoda-la...
Não fomos... Como poderiamos ter ido, sei que ela nos receberia muito bem, como sempre...
Davi não vai conhece-la, mas esta aqui no seu cantinho registrado, alguem muito especial, que valeria muito a pena conhecer..

No seu ultimo aniversário, Novembro de 2010:

Ano novo 2011

Seu nome? Hyellen

9 comentários:

  1. Também penso assim, queria muito que LR conhece-se algumas pessoas mais Deus sabe de todas as coisas...Beijos flor ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi querida obrigada pelo recadinho la no blog, coloca os seguidores ai pra gente te seguir e linkar rs.
    Quanto ao seu post, perdi meus avós era muito pequena então não tinha noção de como é perder alguém, as pessoas se vão e deixam vazios, nunca perdi alguém tão próximo, mas só de imaginar a sensação não é nada boa.
    bjus

    ResponderExcluir
  3. é ruim né quando pessoas queridas morrem assim tão cedo demais...
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. é ruim né quando pessoas queridas morrem assim tão cedo demais...
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rafa.
    É muito ruim perder pessoas queridas... Penso que vamos reencontrá-las um dia e talvez isso torne a perda um pouco mais leve - se é que é possível.
    Bjs,
    Ju.

    ResponderExcluir
  6. Tb penso como você não gosto de falar de escrever, de nada!!
    Essa semana minha Bisavó faleceu, a Tata do Pedro, eu fiquei triste, mais ela agora pode descansar!
    bjs

    ResponderExcluir
  7. e o que fica é a saudades... bjinhosss

    ResponderExcluir
  8. Que ela descanse em paz...e fica somente a saudade...rs

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. A saudade dói demais e nestes dias pior...que guardem as boas recordações e o que de melhor ela viveu.
    beijocas

    ResponderExcluir

Davi e eu adoramos sua visita...