terça-feira, 29 de novembro de 2011

No lugar certo na hora certa...

Foi assim que me senti ontem passando por uma rua de uma quadra bem distante da minha procurando um ap...
Rodei, rodei, rodei, ate que me deparei com a cena de uma mulher puxando o cabelo de uma criança com aparencia de dois anos para tira-la do meio da rua...
Não estava passando outro carro, eu estava longe a uns 30 por hora, então sem riscos de atropelamento e sim foi feito com maldade mesmo...
Olhei para meu marido ele olhou pra mim e ficamos surpresos, afinal ninguem espera ver uma cena dessas...
Pensamos no que fazer, e seguimos ela disfarçadamente ate que ela parou em frente a uma casa e fomos embora...
Voltamos mais tarde e anotamos o endereço...
Mas é ai o que fazer??? e se ela tiver parado de proposito ali e não for a casa??? como vamos chegar para contar??? e se essa louca da baba fizer alguma coisa??? E se a mãe não acreditar??
Ficamos com medo sabe, de tudo, de ela decorar nossa cara e fazer alguma coisa depois, sei la tanta coisa...
Mas minha consciencia não ficou tranquila, eu tinha que avisar, se a mãe não acreditar problema dela, eu fiz minha parte, ou pelo menos ela ficaria mais esperta e perceberia algum sinal...
Hoje quando acordamos fomos na chacara e quando voltamos, era meio dia e tinhamos a certeza que naquela hora iriamos encontra o pai ou a mãe...
Batemos em uma casa proxima, mas eles não conheciam ninguem, então resolvi ir direto na casa em que a baba parou...
Fomos em um carro diferente, para assim ela nem imaginar quem era, e quando desci e toquei a campanhia, o portão era daqueles aberto e ja vi a criança...
La veio uma mulher, e eu pedi para falar com o proprietario da casa.
Ela disse que era alugada e que passaria o telefone, e eu perguntei quem era a mãe daquela criança sentada, para resumir mais a história.
Ela disse que era ela, eu perguntei se ela tinha baba, ela disse que tinha uma diarista que cuidava da casa 3 vezes por semana e dos filhos dela.
Contei a história, falei que estava ali para alertar, e que ela começasse a observar...
Confesso que achei a reação dele fraca, ficou impressionada, pediu alguns detalhes, disse que tinha pedido para a baba passear com ele, para que ela cuidasse de algumas coisas em casa, ja que ela tem mais um filhinho de 3 anos e um bebe de menos de um ano...
Disse que a baba nunca demonstrou nada, que era muito paciente, e que ela teria que colocar cameras, afinal nos mães sabemos o quanto dependemos de uma baba...
Sai de la tranquila sabe, fiz minha parte....
Essa criança tinha dois anos, e como parecia com o Davi, ele estava na cadeira bem molinho, pois estava de catapora..
Que dó...
Agora penso, se uma mulher faz isso no meio da rua, imagina dentro de casa???
Que bom que eu pude ver e consegui alertar a mãe, estou feliz...
O importante é fazer nossa parte!!!

OBS: Amigas no amigo baby, quero pedir desculpas pelo sumiço, mas apareci e dei noticias rs, estava resolvendo alguns probleminhas, mas agora voltei e não sumo mais rs...
Beijos...

sábado, 26 de novembro de 2011

O menino ta danado...

Danado ate demais, olha foto tadinhoooooo...
Que dó, que, dó que dó...
Ai nem eu entendi bem a queda, mas ele chorou tadinho...
Davi chora raramente, o menino tem hora que bate a cabeça forte, tropeça na escada, cai no chão e eu penso agora ele chora...
Que nada, e como se nem tivesse caido, fico ate impressionada...

Risada gostosa ne??? Agora mamãe esta começando a entrar de ferias e vou poder curti-lo muito mais, quero fazer muitas programações para ele e ate mesmo ficarmos em casa juntinhos...
Hoje ele foi dormir na chacara... Mamãe fica com saudades...


Uma coisa que meu pequeno adora é cd de musicas infantis, seja daquelas cantigas, da Galinha Pintadinha ou aquelas para dormir...
Ele tentando cantar é o mais fofo...
Tem suas musicas preferidas, fofo demais

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Quero ver faltar espaço

As reclamações dos pais que tem filhos dormindo na mesma cama, é a falta de espaço na cama, ja que os pequenos ocupam um espaço enorme, com pernas e braços abertos se mexendo para todo lado...
Problema resolvido... compramos outra cama:


(Por falta de tempo não olhamos direito a cama e quando ela chegou aqui vimos que era dura demais rsrs... falta de experiencia... mas o problema logo sera resolvido haha)

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Ja não basta as birras normais...

Ainda tenho que aturar birras por doces acreditam???
Davi por onde passa quer balinhas, pirulitos ou bombons...
E ai de quem não comprar...
Ontem no shopping foi uma choradeira, porque o rapaz estava atendendo a menina que havia chegado primeiro, não parou de chorar enquanto o rapaz não o atendeu, mas depois que pegou o bendito pirulito se comportou feito anjo rs...

Ontem estava pensando em leva-lo para tirar a foto com o papai noel, mas o shoppinhg que ele ja havia chegado, quase não tinha opções para diversão, e nesse outro que tinha os brinquedos, o papai noel ainda vai demorar um pouco...
Então preferi leva-lo para brincar...
Ele adoroooooou...

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Presente do vovô

Ontem Davi ganhou presente do vovô Valdinez, que saiu especialmente para compra-los: 5 livrinhos infantis bem legal, que Davi adorou quando viu...
O pequeno ainda não é muito fã de alguem ler algo para ele, ele curte mesmo pegar o livro e olhar pagina por pagina...

O planeta sem cor
Estórinha de caçador
Descobrindo a fazenda
Mogli
Lulu

Olha eles ai:

O da Lulu é bem legal porque ele é cheio de detalhes e da para abrir sabe:

Davi amou, e abriu cada detalhe das paginas







OBS: Quero desejar boas vindas as novas blogueiras mamães, em especial as do amigo secreto, ainda não pude passar no cantinho de cada uma, mas vou passando aos poucos pois estou na semana de trabalhos e provas finais...

domingo, 20 de novembro de 2011

A concorrencia por aqui esta desleal...

Mamãe muito cansada, sem paciencia, estudando e cheia de trabalhos para fazer...
Papai idem, ja que estamos no mesmo curso e sala...
Enquanto o vovô sempre bem disposto da direitos a passeios de triciclo nas praças, na chacara e no carro que ele tanto gosta...
E com a vovó banhos, mimos e hora de durmir com direito a musicas preferidas cantadas por ela..
Ah esqueci: Alem dela costurar calças e short na hora que Davi quer usar mas não pode por esta grande, tem direito a massagens no pe do pequeno com creme e tudo. Eu mereço???
Ih a coisa ta feia rs...

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O pão que ele tanto gosta...

Se tem uma coisa que meu pequeno adora é pão...
Mas ele é exigente, não aceita pedaços, quer o pão inteiro...
Que delicia ;)

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

A inocência dos pais mesmo nos dias de hoje

Bom, na ultima postagem falei sobre o show que fomos do Patati Patata...
Vi que havia muitas mães só com seus filhos, e que não era nada facil...
Pois guardar a cadeira, pegar menino, sair para comprar algo para comer, era uma missão quase impossivel...
Eis que vejo que tem pais que tem coragem de deixar seus filhos com pessoas totalmentes desconhecidas no meio da muvuca, que se quisesse bastava um passo para sumir da vista da mãe...
A mãe que estava na nossa frente deixou a bolsa em cima da cadeira e pediu que olhassemos para ela ir com o pequeno comprar pipoca...
Olhamos, e quando os pais resolveram levar as cadeiras mais para frente, levamos a dela tambem... Ate ai normal...
A mãe voltou, agradeceu e o show começou...
A mãe de tras pediu para que eu olhasse a filha dela para ela ir comprar pipoca (nunca vi essa mulher na minha vida) e saiu...
Acho que a menina devia ter no maximo 4 anos... Eu não tirei o olho da menina e fiquei puxando conversa para ela não se assustar, e não sentir a demora da mãe...
Teve uma hora que eu virei e perguntei, e ai, cade a mamãe??? ( sou inocente gente, eu não tinha mais como puxar conversa com ela, ela estava calada e assustada ja) meu marido olhou pra mim e falou para não falar uma coisa dessa que senão eu ia assustar a menina de vez, e pediu para dizer que a mãe dela estava chegando...
Putz, que mancada dei, na inocencia de não saber lidar com uma criança dessa idade, e rapidamente tentei arrumar meu erro...
Mas essa mãe demorou demais...
Foi no minino 20 minutos, sem brincadeira nenhuma, ate que a mãe chegou...
Mais cedo, enquanto levava Davi para comer e brincar, o Val ficou guardando nosso lugar ate que uma mãe pediu para que ele olhasse o filho dela para ela ver se tinha lugar mais na frente, saiu e deixou a criança com alguem que nunca nem tinha falado na vida...
Depois de um tempo voltou, agradeceu e foi para frente...
E ai, o que esta acontecendo com esses pais??? sera que não veem jornais, leem revistas??
Se eu me incomodo de ficar com uma criança enquanto sua mãe sai paa comprar um refrigerante ou uma pipoca??? fico com o maior prazer do mundo, me sinto bem em ajudar...
Mas e se parar na mão de alguem errado? de um pedofilo? é incrivel a inocencia desses pais hoje em dia.
Por isso você ainda ve tanto sequestro na televisão.
Mas como vou alertar isso??? vai parecer que não quero ficar, sabe??
Nem sei o que dizer, so sei que me assusto com tamanha inocencia desses pais que a qualquer hora podem correr um perigo serio com essa confiança toda em pessoas desconhecidas.
Me lembro de 3 anos e meio atras, quando estavamos fazendo pesquisas politicas no interior, e quando paravamos no banco vinha ou um casal de velhinhos ou um jovem bem caipira com o cartão, a senha no papel nos pedindo para sacar sua aposentadoria ou salario...
Fiquei impressionada com tamanha inocencia, lembro que olhava totalmente em choque para o Val...
Eu ia, sacava o dinheiro, dava e explicava que havia pessoas com intenções ruins e que eles deviam sempre pedir para um funcionario do banco fazer isso, que ele devia estar de uniforme, com cracha e mesmo assim terem sempre muito cuidado..
Quem dera que o mundo hoje permitisse essa confiança toda no proximo..

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Patati Patata

Foi o que fizemos ontem a noite, ir no show deles...
Davi viu pouquissimas vezes, nem gosta muito, mas fomos por ser uma programação diferente..
Chegamos, sentamos e la foi Davi querer brincar no castelo inflavel, 1,00 cada minuto, carooooo...
Mas brincou, comeu pipoca e fui la comprar aqueles brinquedos cheio de luzes que logo ele estragou..
A entrada começou a ser liberada as 18 horas, chegamos as 19 e ja tinha muita gente, o show começaria as 20 horas.
Derrepente esquenta, as crianças não querem mais ficar quetas e os pais ja começam a ficar extressados...
20 horas em ponto, todos começam a vaiar, afinal se abrem os portões duas horas antes e para que todos entrasse e se arrumassem para começar pontualmente...
Entra um cara de achando no palco dizendo que no relogio deles era 19:57 e que o show estava marcado para as 20 horas, mas ele não falou normal, falou bem mal educado, o povo vaiou novamente, e o rapaz disse que enquanto não parassem de vaiar eles não entrariam, ai que a vaia rolou solta...
Logo entraram, os pais se levantaram, nem sei pq comprei cadeira, afinal se todos ficassem sentados, todos os veriam no palco...
E la foi papai colocar Davi no ombro porque se não o menino não via nada, ja que tinha ate adulto em pe na cadeira..
Davi olhava tudo menos o palco rs, enquanto as crianças e os pais cantavam as musicas...
Mas tinha momentos que Davi olhava e ate participava, mas a graça dele mesmo era quando todos gritavam...
Tentavamos destrair Davi para que ele não ficasse entediado em algumas horas, mas a cada momento o calor aumentava muitoooo, estava quente demais, 45 minutos de show e Davi começou a falar cabou...
Ate pensei que era a balinha que estava dando que tinha acabado, mas que nada, ele queria ir para casa...
E resolvemos ir, ele ja tinha aproveitado, brincado então estava bom demais...
Esses shows são sempre extressante para os pais mas, o que não fazemos pelos pequenos???
Tudo pela diversão deles...

Momento dengoso

Esconde da mamãe

Momento brincadeira

Indo embora

domingo, 13 de novembro de 2011

Nossos momentos - Parte VII

Hoje é a ultima postagem de nossos momentos, e é sobre a festinha de um ano...
Sabe aquela festa que tem tudo para dar errada??? Foi essa...
Primeiro, não tinha a minima experiencia para festa, contratei pouca gente, e eu e o Val ficamos num corre corre tão grande que nem vimos a comida, so comi o bolo porque sobrou e ai no outro dia pude pegar e experimentar.
Primeiro, tinhamos decidido fazer na cidade, depois resolvemos fazer na chacara, e onde haviamos alugado a decoração, o responsavel falou que não ia na chacara...
Gente é pertinho, mais perto que muito lugar por aqui, é apenas 15 km e é tudo asfaltado...
Corri para procurar, e nenhuma casa de festa queria decorar la, ate que achei uma, so que como estava em cima da hora tive que pegar a decoração que tinha, no caso 101 Dalmatas, o primeiro plano era fundo do mar...
Nem pensei em decorar o resto da chacara, enfeitado mesmo ficou so o painel do bolo que ainda ficou super mal colocado, ficou alto demais e dava para ver quando acabava o painel...
Não pensei em contratar uma baba para me ajudar na hora da festa, e não parei, quando não era para arrumar a festa, eu tinha que correr atras do Davi...
Tinhamos planejado de passar as imagens dele desde bebe, mas deu uma chuva do nada e forte, e tiramos a tv e nem colocamos de novo, ainda bem que a chuva acabou a tempo...
Tive que ir na cidade buscar o salgados e esperar meu pai e outro carro com amigos, para mostrar onde era a chacara, me atrasei a beça...
E a vela??? a maldita vela que não queria ficar em pe no bolo!!! ate a parte de cima do bolo ficou meia assim de tanto que a vela caia e o povo arrumava...
E as fotos??? Pouquissimas prestaram, e a grande maioria ficou escura, tremida, ou muitos não saiam bem...
Prometi para mim mesmo que nunca mais dispensaria um fotografo...
Sabe, foi a festa que deu tudo errado, e não saiu do jeito que quiz...
Em fevereiro quando vi a festa do meu sobrinho-afilhado, adorei sabe, minha cunhada sabe fazer festa, ficou muito bonita, e prometi para mim mesma que organizaria A FESTA, que ficasse bem bonita e que eu pudesse aproveitar...
Tanto que comecei a organizar 6 meses antes e gastei horrores, mas valeu a pena...
Ficou do jeito que eu queria, e aproveitei muito...
O importante é que a festa de um ano foi feita para comemorar a vida de Davi e isso eu faço todo dia...
A festinha foi feita no dia 15 de Maio, no sabado, e digo que daqui em diante vou fazer uma semana antes, porque o dia do aniversário quero curtir ele, esse ano so não aconteceu isso por causa de um probleminha na agenda da chacara (é da minha sogra e é uma chacara de aluguel)

A lembrancinha dos adultos:

Lembrancinha infantil:

A decoração:

Decoração de fora:

Os presentes:


So abrimos no outro dia em casa

sábado, 12 de novembro de 2011

Nossos momentos - Parte VI

Davi cresceu, e começou a engatinhar com 5 meses... o que ajudou muito foram as duas gatas... eu colocava Davi no colchão na sala, e deixava ele ali uma boa parte brincando, no começo ele chorava pq não queria ficar ali, mas não da para ficar o dia todo no colo ne?!
As gatinhas sempre ficavam ao redor e ele sempre observava ate que começou a se arrastar ate engatinhar...
Ele ja saia do colchão e passeava pela sala...
Aos cinco meses tambem ele ficou em pe pela primeira vez...
Essa foto e ele na primeira vez no andador, tinha 5 meses...
Agora parei para pensar o quanto ele era novo rs, mas Davi sempre foi bem adiantado... Ai ele gostou do andador por pouco tempo, porque as perninhas não chegavam ao chão direito, mas com seis meses ele ja andava para todo lado com o andador...
Hoje eu como mãe não recomendo, não fez mal nenhum a ele e nem atrasou sua fase de andar, mas acho que se não tivesse ele teria andado antes...
Essas são a Soneca e a Pretinha, as gatas que Davi adorava correr atras... Na gravidez me encheram muito para dar elas, porque ia fazer mal ao bebe, mas depois de conversas com a veterinaria, ele deu varias dicas e disse que raramente um gatinho faz mal, tendo todos os cuidados a chance é nula...
Elas sempre brincaram com Davi e ajudaram a estimular ele...
Os dentes do Davi foram aparecer com 11 meses de vida...
Meu pequeno ficou banguelo por um bom tempo rs...
Ai Davi experimentando a primeira papinha, aos 4 meses, foi aquela da Nestle.. Ele amou...

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Nossos momentos - Parte V

A primeira viagem do Davi foi para uma praia aos dois meses de vida...
Ele foi na frente com a vovó e o vovô Valdinez e eu iria no ouro dia cedo...
Davi curtiu bastante na medida do possivel rs... Claro que não entrou na agua, mas foi bem paparicado..
Fofo ne??? Como crescem... A praia era Araguacema..

No outro final de semana fomos visitar a madrinha e o padrinho, e la fomos para Ribeirão Preto...
Posso dizer o quanto é dificil viajar com bebe??
Na hora que dava o horario da rotina dele, ele chorava muito, um exemplo: as 19 horas em ponto era a hora do banho, se passasse dois minutos ele abria o berreiro sem dó...
Os padrinhos...
Gatão ne? Quem tirou a foto foi a madrinha Nadia...
Pois é meu povo, Davi tinha mais quilometro rodado do que dias de vida...

Fora que voltou mimado querendo colo o tempo todo, afinal o menino foi paparicado tambem...

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Nossos momentos - Parte IV

Hoje vou falar sobre a amamentação...
No hospital tive muita dificuldade de amamentar, Davi não puxava, eu não sabia o jeito certo, e sempre pedia para meu marido chamar a enfermeira...
Quando ela chegava nem falava comigo não, chegava com um copo com suplemento e dava para ele ou pedia para dar, eu não falava nada, ficava com medo e dava, so que um minuto depois ele golfava.
E assim foi ate a saida da maternidade, e na saida falei com a pediatra que não estava conseguindo, ela disse que tinha que dar meu leite, e que leite de vaca era para bezerro (oiii?) e falou um monte de coisas nada a ver, que não ajudou em nada....
Chegando em casa dava o peito, Davi mamava no maximo 10 minutos e logo golfava tudo..
Aa noites eram dificeis e ele queria peito toda hora, afinal o leite não parava.
Falei para meu marido que iria comprar o suplemento para dar pelo menos a noite, ja que de dia conseguia ficar acordada, ele disse que não, que era para tentar novamente...
Eu comprei escondido e quando chegou a noite que nada fazia Davi parar de chorar, meu marido ja ia pegar o telefone para pedir na farmacia e comentei que tinha comprado, fizemos e Davi tomou tudo, so que logo depois ele golfou mais da metade, mas o tempo da mamada aumentou um pouco...
Revesava, tirava o leite do peito e dava na mamadeira e na outra fazia o suplemento, mas o leite materno alem de ser pouco não parava nada, ele golfava tudo, no suplemento ele golfava muito tambem, mas pelo menos ele não golfava tudo...
Davi so queria ficar no colo por causa do refluxo, colocava ele com a cabeça no travesseiro mas ele não gostava, eu estava exausta, sem dormir, com ele querendo colo o tempo todo, ate que em uma viagem para Ribeirão Preto achei a cadeirinha da Fisher Price, foi minha salvação, pois ele ficava sentado quetinho e assim podia descansar...
Fomos ao pediatra, le fez um ultra-som e constatamos que era refluxo, não o normal que todo bebe tem, era mais forte, então ele passou dois medicamentos e trocou o Nan pelo Nan AR, e disse que deveria dar certinho e que conforme os meses iam passando nos iriamos ver como ele ficava para saber a hora certa de tirar o medicamento, mas que o normal era ele parar a medicação so com um ano de vida...
Ele melhorou muito, so o NAN AR dava uma aliviada grande, ainda golfava mais era pouco...
Uma vez um outro medico pediu para tentarmos dar o NAN soja mais aquele trem cheirava mal, rs, e como não fez pouca diferença fiquei com o AR, e Davi parou com os remedios aos sete meses, e continuou com o leite...
Todos os meses ele não ganhava quase nada de peso, mas crescia certinho
Eu parei de amamentar quando ele tinha dois meses...
Com o Nan ele ficou ate um ano e hj la toma o Ninho +1 com o sustagem...
A amamentação não foi uma boa experiencia, apesar de ter lido muito sobre o assunto não sabia as grandes dificuldades, os seios rachados, as bombinhas de leite que so machucavam ainda mais, e Davi que não mamava quase nada, as golfadas, enfim...
O importante e que cresceu e com saude...

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Nossos momentos - Parte III

Bom no outro dia, meu marido chegou bem cedo, como meu plano era enfermaria se eu quisesse passar para o apartamento eu teria que pagar a diferença do quarto, do anestesista, do ginecologista e do pediatra acreditam?? (rouboooo)
Pagamos, porque queria que meu marido e as pessoas tivessem total acesso ao nosso quarto a qualquer momento, senão, meu marido so poderia ficar na hora das visitas, e ate para meu conforto tambem...
Acertado, me levantei cedo para tomar um banho, que seria o primeiro apos o parto, quem disse que conseguia levantar??? um ponto do lado esquerdo doia muitoooo e eu chingava de dor, não conseguia levantar e minha mãe chamou a enfermeira que viu que não tinha dado uma injeção que estava receitado para dor (oiiii?) e logo depois que me deram, acabou, não senti mais nada em nenhum dos três dias, minha recuperação foi perfeita, sem dor, sentava e levantava, claro com todo cuidado, mas sem desconfortos...
Entrei na quinta a noite e sai no sabado pela manhã, Davi talvez teria que ficar mais, porque quando ele nasceu eu estava tratando uma infeccão urinaria, e se desse qualquer alteração no exame ele não poderia ter alta, mas exames feitos, tudo ok ele saiu junto comigo...
Saimos as 12:00 e estava tão cansada e doida para ir para casa que peguei qualquer roupinha dele e o vesti rs... nem fotos tiramos...

Primeiro banho, no outro dia pela manhã, dado pela enfermeira
A segunda vacina, coloquei essa foto porque na primeira ele estava dormindo e nem acordou, foi chorar so na segunda, tadinho...
Meu lindo...
A primeira noite em casa, foto com o papai...

Amanhã, o assunto é sobre a amamentação...

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Nossos momentos - Parte II

Bom, chegou a manhã do dia 14 de maio de 2009, um dia normal, mas que amanheci com algumas dores...
A tardezinha liguei para o medico e ele pediu para dar uma passada la no consultorio para ver como estava, fui e fiquei esperando ele atender as pacientes marcadas...
Chegou minha vez, fez o exame do toque, tudo fechadinho, mas eram contrações, eu falei mais uma vez que queria cesarea, sim estava com muito medo, ele disse que se as dores aumentasse era para ligar ainda naquela noite para não ficar sofrendo, senão, no outro dia ele iria passar o dia fora e voltaria a tardezinha e ai qualquer coisa ligaria para ele...
Nesse momento minha dor tinha passado e ate falei que aguentaria a noite, mas não foi bem assim...
Fui para fora esperar meu marido chegar, e as contrações aumentaram absurdamente, acho que foi pelo exame do toque, sei que fui respirando e elas diminuindo, passamos em algum lugar, jantamos, fomos para casa, tomei banho, arrumei minhas coisas pois a do bebe ja estava arrumada, e liguei para o medico, falei que as dores estavam fortes, pois como estavam irregulares fiquei preoculpada de aumentar durante o outro dia e o medico não esta desponivel, e ele me mandou ir para o hospital...
Sai, ligamos no caminho para as avós (o vovô Valdinez estava viajando) passei na farmacia ( que vergonha, mas tenho que falar, estava com tanto medo do pós operatorio que passei na farmacia pra comprar anti inflamatorio, remedio para enjoo, sei que foi loucura) e seguimos para o hospital...
Chegando la a mulher estava arrumando a papelada, assinei e fui para a sala de cirurgia...
Ate ali não tive medo, mas quando sentei na mesa de cirurgia, me desesperei, meu marido não podia entrar, fiquei com medo da anestesia, de como seria quando o bebe nascesse, de sentir o corte, fiquei nervosa, a enfermeira me tranquilizou e recebi a anestesia e nem doeu, deitei, colocaram a fita prendendo o braço e começou uma coçeira enorme no nariz, mas dava para aguentar...
O medico começou a passar a mão na minha barriga, e eu falei desesperada que estava sentindo, que não era para ele cortar, fiquei assustada, ai ele falou que ia ficar passando a mão na minha barriga e que na hora que não sentisse era para avisar...
Na realidade sentia os movimentos, mas ainda falava que sentia as mãos, ele começou a conversar com o anestesista sobre material de construção, e de vez enquando perguntava se ainda estava sentindo, e eu dizia siiiiiiim, e ele falava, não se preocupe que não vou cortar ate você falar que pode, e continuava a conversa sobre a casa e não sei mais o que...
Derrepente escuto um choro, pensei, quem sera esse bebe que esta chorando?? vem o anestesita e me mostra um bebe todo sujo, me pergunto, quem é ele??? é o meu??? e ele diz que sim hahahahhahaha...
Meu Deus, eu nem sabia que tinha começado a cirurgia e o medico ja estava terminando, ja pensava que era dia 15 e que Davi tinha nascido no dia 15/05, haha era dia 14 ainda...
E nasceu Davi, no dia 14 de maio de 2009, as 22:50 hrs, com 3.365 gramas, 50 centimetros, e apgar de 9 e 10..
Lindo, maravilhoso, e pediatra perguntou se poderia levar ele para os avós, e comentar que ele tinha uma verruguinha na orelha...
Papai o viu, mas ficou com medo de pega-lo, e com vergonha de pegar errado, tinha tanta gente, ele nem pode passar a noite comigo porque estava na enfermaria...
Minha mãe passou a noite comigo, e no outro dia ficou combinado que ele iria cedo para tentar me transfirir para o apartamento...

Continua amanhã...

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Nossos momentos - Parte I

Bom hoje vou falar sobre a gravidez...
No começo estava passando muito mal, e fiquei internada do tanto que passava mal...
Aos três meses, na internação, fizemos o exame e descobrimos a gravidez, uma grande emoção, e no outro dia fomos fazer o ultrassom, estava eu, pai do Davi e a irmã dele titia Nívea...
Ja foi feita a Tranlucencia nucal e estava tudooooo perfeito.
Engraçado, parece que quando você descobre a gravidez a barriga cresce de uma vez.
Acreditam que quase não tenho fotos da gravidez??? Pois é, me arrependo de não ter tirado mais...
Quando descobrimos, sairam os avós ligando para todos para contar a novidade.
Bom, so sei que queria saber o sexo do bebe antes do natal, e descobrimos, e fomos fazer o exame decidido que se fosse menino seria Matheus rs..
Confesso que ate o final do ano não tinha caido a ficha, porque pensava que ele ia nascer so no ano que vem rs.
O ano novo chegou e a ficha caiu, bom demais, agora poderia aproveitar a gravidez, sem enjoos, com muita saude...
Preparamos tudo cedo, aos cinco meses de gravidez ja estava praticamente tudo comprado, as roupas, carrinho, moveis, tudo...
A barriga foi crescendo, eu engordando hahaha, e ficando cada vez mais ansiosa para ele nascer...
A famosa data prevista para o parto era no dia 28 de maio, mas eis que no dia 14 de maio, começo a sentir dores, no auge das 38 semanas...
Mal sabia eu que aquele seria o dia....

Amanhã o proximo capitulo...

domingo, 6 de novembro de 2011

Davi, o meu melhor amigo!!!

Esse pequeno esta comigo em todas as horas,e não me abandona nunca...
Ele me escuta quando estou falando só, não deixa de me amar quando estou zangada, mesmo ele ficando triste se eu brigo com ele :( .
Para ele me fazer feliz, basta existir, o amor de uma mãe por um filho é inexplicavel, é lindo e unico...
Posso ter todos os tipos de problemas, se eu olhar para ele esqueço tudo.
Mesmo cansada, sem tempo, com olheiras por não dormir o suficiente, não troco eu filho por nada...
Quero poder participar de cada momento de sua vida, dos mais simples aos mais importantes, e quero ser a sua melhor amiga e protetora, aquela que você recorre quando tem problemas, e jamais tenha medo de contar comigo para qualquer coisa, pois sempre te amarei, te ajudarei e vou ter dar os conselhos mais valiosos que levo comigo, que escutei ou que aprendi, pois a vida me ensinou...

Sou feliz e sempre serei, agradeço a Deus todos todos os dias por tudo que você traz a minha vida...
Te amoooooo